quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Como se não fosse Zico

Estive com Zico há 3 semanas. Fiz uma entrevista exclusiva com o Galo para a Tv Brasil. A pauta era o pedido de demissão da direção de Futebol do Flamengo. Zico deixou o cargo porque, entre outras, acusaram seus filhos de estarem se favorecendo do cargo do pai. Mexeram com sua família, ele não aceita...foi o que disse.

E falou também várias outras coisas. Atendeu-me com a habitual cordialidade. Como se ele, Zico, não fosse Zico. Falou de tudo, com calma, serenidade. Foi mais de uma hora de conversa nas dependências do CFZ – Centro de Futebol Zico, na Barra da Tijuca, no Rio.

Hoje, nos corredores da Tv Brasil, aqui na cidade maravilhosa, reencontrei Zico. Veio participar do programa da mineira Leda Nagle ao lado de um dos filhos, o Bruno.

Zico me viu: - Tudo bem, ficou boa a matéria? Não tive como ver...! Era Zico...novamente, se comportando como um normal. Como se não fosse Zico.

E ainda, quando estava indo embora, Zico disse: “Mestre, grande abraço pra vc.” Mestre?! Eu?

Recorro ao Guimarães Rosa, esse sim, mestre, para prestar minha homenagem ao Galo: “Mestre não é quem ensina. É quem, de repente, aprende”.



Obrigado, Zico por mais este autógrafo na alma.

7 comentários:

rodrigo disse...

Olá....pena que o zico é carioca né?!!

Adriana Amorim disse...

Que lindo texto, Rodrigo. Zico realmente é um mestre, um grande ídolo, um modelo. Abraços.

Domingos disse...

Como disse ou escreveu alguém "se ele, Zico, não ganhou a Copa do Mundo, azar da Copa..."

PAULA ALESSANDRA disse...

Velho e bom amigo de sempre...

Meu pai corinthianíssimo, teve como idolo um tal Galinho de Quintino. Coisas do futebol!

Grande abraço

Cesar

Douglas Onça disse...

Rodrigo, parabéns. Voce sabe que é mestre também. Agora não sei como perdem tempo falando de Maradona. Zico é Zico e graças a Deus vi esse FENOMENO jogar. Pena que não consegui pegar uma camisa dele, pois não jogamos contra.

Ariloiola disse...

Lindo texto, Mestre.
Zico foi o melhor jogador que vi jogar
Um 10 completo, um jogador a frente do seu tempo.
Um homem, dentro e fora de campo
Um exemplo a ser seguido.
Ao meu filho, dei-lhe seu nome
Na esperança de que seja uma boa pessoa
E ainda me fará sempre lembrar do eterno Galinho.

Márcio Derbli disse...

Como se não fosse o Viana escrevendo... Bela homenagem, meu caro.